sábado, 25 de março de 2017

Brilhe

Você tem a mesma luz que o Sol, e, sabe por que ele é tão grandioso e tão importante? Porque ele consegue distribuir sua luz para outros corpos celestes. Sabe quem tem capacidade igual a essa? Você. Sim. Você consegue ser a escada para os outros brilharem, sabe colocá-las pra cima como ninguém e com uma sutileza ímpar. Não acredito que nunca tenha ouvido de alguém o quanto és importante ou ainda se surpreendeu quando alguém disse que gosta muito de ti. Você é luz, enche um ambiente, areja os cantos mofados, aquece os corações gélidos, sua alegria deveria ser patenteada e distribuída em franquias pelo mundo afora. De todas as pessoas que eu conheço no mundo, você é uma daquelas que a gente quer guardar num potinho e ficar por horas olhando.
Sim, eu precisava te contar tudo isso e sair dessa minha condição de terapeuta para uma condição de espectadora. Você precisava ouvir isso para que essa tristeza contornável não tire em nenhum momento o seu sorriso caro, como mesmo diz, da boca. O mundo precisa de seu sorriso, nós precisamos de sua presença. Agora já sabe. Brilhe, você nasceu pra isso. 


"Você tem flores na cabeça e pétalas no coração..." 
(Liniker)

quinta-feira, 23 de março de 2017

Queria ser você...

Olho gordo, mau olhado... Cruzes. Sete rezas, ramo no corpo. A inveja só é direcionada quando a sua vida é imensamente interessante para o outro, porque o alheio vê em ti qualidades das quais ele quer possuir. Não se inveja o que é ruim ou feio, só se inveja o que parece bom e perfeito, afinal é na comparação que surge essa ideia que a vida do outro é superior a minha e eu preciso olhá-la de um jeito diferente, ganancioso e cruel.
O invejoso não se coloca na sua posição, nem ao menos questiona se realmente sua vida é maravilhosa como aparenta. Há uma história de senso comum que fala que um menino desejou a vida aparentemente maravilhosa de outro, sem antes saber realmente como ela o era, e ao ter seu desejo realizado viu que a forma como aquele garoto vivia se deu conta do quanto sua trajetória era muito mais difícil que a sua.
Acaba que quando eu quero ser alguém que eu não sou ou maldigo outrem por possuir aquilo que eu almejo, alojo em minha alma uma miséria tão grande que me torno tão digno de pena por desejar ser uma cópia e não alguém único e original. 

domingo, 5 de março de 2017

O amor nos muda (e nos emudece)


Num passado não tão distante eu estaria aqui escrevendo que você só ama uma vez e que por mais que se encontre outra pessoa esta não conseguiria suplantar esse amor que já não era mais amor, e sim uma lembrança distante, porém presente. Mas nós crescemos e ainda que sustentemos firmemente que nossas escolhas e opiniões são imutáveis, devagar as coisas que sustentavam nossas teses são derrubadas tão rapidamente que não conseguimos salvar nada em absoluto no meio dos escombros.
Pois bem, hoje me sento diante dessa folha vazia e digo com toda convicção que estava errado. Difícil admitir isso. Existem sim amores, amigos, lugares, pessoas que são imortais, mas elas vivem em um tempo e em um lugar no seu livro da vida. Com algumas vai até o final, já com outras você deixa onde termina o capítulo, no fim da página perto do ponto final. Foi eterno enquanto esteve presente, mas agora é só uma lembrança, um ensinamento.
Complexo é escrever regras sobre o que é amar. O amor se renova, ele é cíclico. O amor pode ter outro nome que você deseja chamar até o final de seus dias. E assim como ele, os amigos recebem outra cara, os lugares assumem outra paisagem. Tudo se modifica, até o pensamento de que só se ama uma vez e que o resto de seus dias é a plena lembrança desse amor que se foi. O amor muda e você muda com ele.